Porque eles fazem parte da festa, senhor

Os homens de cores
policromáticas incendiaram
o palácio das estrelas costuras
na carne de meu povo embriagado. 

Chamem os magistrados! 
Senhor, eles não.
Chamem os congressistas.
Senhor, eles não.

De covas longínquas,
falsos heróis saíram,
proclamando a fúria
de uma terra cercada
de miséria e ilusões.

Becos e vielas
tornaram-se trincheiras
contornadas de gritos e
fumaças escuras advindas
da alma de uma dança da multidão.

De perto, vislumbrei
a arte demoníaca orquestrada
pelos heróis nacionais - a converter
os ossos da minha gente em palanques 
oficiais.


E, de repente, gritei:
Chamem a polícia!
Senhor, eles não. 
Chamem os ministros do STF!
Senhor, eles não!

A terra verde e amarela
tornara-se da cor de um sonho
aniquilado de uma criança
morta pelos tiros dos salvadores
da pátria.

Por que não?
Porque eles são
parte da festa, senhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s